Câmara Fria para Diversas Aplicações

Câmaras Frias

Sabia que a temperatura é a principal responsável por manter em bom estado os produtos armazenados?

O que são Câmaras Frias?

São espaços para armazenamento e conservação, que permitem o controle de sua refrigeração atingindo determinadas temperaturas, para manter as características e integridade do produto.

Umidade em Câmaras Frias

A umidade influencia muito nas características dos produtos. Uma umidade baixa produz a desidratação e muito alto pode ocorrer a proliferação de bactérias e fungos, principalmente no caso de frutas e sementes, levando a perca do produto.

Por isso estudamos caso a caso para entender a necessidade de cada projeto, estudando as características dos seus produtos, a dimensão do seu projeto etc.

 Tipos de câmaras 

  • Câmaras de Climatizados – Projetadas para proteger os produtos que precisam de temperaturas próximas de 10 ºC;
  • Câmaras de Resfriados – Projetadas para proteger os produtos que precisam de temperaturas próximas de 0 ºC;
  • Câmaras de Congelados – Projetadas para prolongar o período de estocagem dos alimentos com temperaturas que podem chegar a baixo de -30 ºC.

Benefícios de empregar uma câmara frigorifica para os seus produtos:

  • Preservar características e aumentar o tempo de vida;
  • Maximizar a durabilidade;
  • Minimizar a atividade de fungos, bactérias e micro-organismos perigosos;
  • Preservar os nutrientes e características;
  • Evitar brotamentos ou maturações.

Confira o porquê as câmaras frias são excepcionais para o beneficiamento dos seus produtos

Texto : AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SEMENTES E DESEMPENHO DE PLANTAS DE GENÓTIPOS DE FEIJÃO-CAUPI APÓS 48 MESES DE ARMAZENAMENTO EM CÂMARA FRIA

publicado pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte.

¨este trabalho foi realizado com objetivo de analisar a qualidade de sementes de diferentes genótipos de feijão-caupi armazenadas em sacos de papel multifoliado em câmara fria durante um período de 48 meses e posteriormente avaliar o potencial produtivo das plantas dos diferentes genótipos em campo. Para isso foram realizados dois estudos, ambos na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), campus de Vitória da Conquista, Bahia, Brasil. A primeira etapa foi realizada em laboratório com a avaliação da qualidade das sementes e a segunda etapa ocorreu em campo com avaliação de parâmetros fitotécnicos das plantas dos genótipos originadas das sementes armazenadas. Os tratamentos consistiram de oito genótipos de feijão-caupi, dos quais cinco eram cultivares (BRS Guariba; BRS Novaera; BRS Tumucumaque; BRS Itaim; BRS Cauamé) e três linhagens (MNC04-769F-49; MNC04-769F-62; MNC04-795F-159). As principais conclusões de ambos experimentos foram que as sementes conservadas por 48 meses em câmara fria não afetaram a qualidade, vigor e capacidade germinativa, assim como as plantas originadas destas sementes também apresentaram produtividade satisfatória, com destaque para a linhagem MNC04-769F-62.¨

Entre em contato concosco e aproveite toda nossa expertise para seu projeto de câmara fria

Rolar para cima