Conheça mais sobre a potência que o Brasil é quando o assunto é agroalimento.

O Brasil é um dos países com mais capacidade de produção e armazenamento agrícola do mundo. O ramo agroalimentar tem crescido cada vez mais, para que se tenha ideia em números, no segundo semestre de 2020 o país conseguiu armazenar cerca de 176,3 milhões de toneladas.

E ainda no mesmo período, há o apontamento na pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de que esse armazenamento acontece em cerca de 7,9 mil estabelecimentos espalhados pelo Brasil. Conseguiu notar a potência que o país tem, tanto em território nacional como no mercado de exportação internacional?

A maior parte do armazenamento dos produtos provenientes do ramo agroalimentar são armazenados em silos, no Brasil. A pesquisa inclusive aponta que esse método de armazenamento corresponde a cerca de 49,5% da capacidade do país.

Para aqueles que não sabem, o silo é um espaço que pode ser em formato de tubo gigante e tem como objetivo conseguir armazenar os produtos agrícolas em questão. O tamanho do silo vai depender da necessidade do cliente, tipo de produto agroalimentar, entre outras características técnicas. Na maioria das vezes esses produtos são colocados no silo antes de serem ensacados.

Além dos silos, algumas empresas trabalham com graneleiros e granelizados, para a armazenagem desses produtos. No caso desse tipo de armazém, os produtos são guardados em unidades horizontais e são divididos em compartimentos. Geralmente, essa divisão é feita em blocos, de acordo com a origem e as características dos produtos.

E por último, ainda falando sobre a questão da armazenagem, há opções de armazéns convencionais, estruturais e infláveis.

E quais os estados que possuem maior potência na armazenagem agrícola?

Os estados brasileiros que possuem a maior capacidade de armazenagem de produtos agrícolas é o Mato Grosso, que armazena cerca de 43,6 milhões de toneladas, assim ficando em primeiro lugar no país. Em segundo lugar, quando o assunto é quantidade de armazenamento, fica o Rio Grande do Sul, que armazena cerca de 32,7 milhões de toneladas, já em terceiro lugar o Paraná, que tem capacidade de 32,1 milhões de toneladas.

A pesquisa do IBGE, feita em 2020, também apresenta quais são os produtos que mais são armazenados no Brasil, sendo eles: o milho, com 14 milhões de toneladas, em segundo o trigo, com 4,6 milhões de toneladas, em terceiro a soja, com 4,2 milhões de toneladas, o arroz com 1,6 milhão de toneladas e em quanto o café. com 1,4 milhão de toneladas.

Além dos alimentos citados, o Brasil também é uma grande potência em outros produtos, como feijão preto, feijão de cor, algodão e outros grãos e sementes. Lembrando que os produtos citados são os mais relevantes da atualidade, porém o Brasil é grande produtor de alimentos e produtos variados, portanto há outros produtos alimentares com grande relevância para a economia no ramo agroalimentar no Brasil.

Crescimento do agro no Brasil

A tendência é que esse números aumentem em um curto espaço de tempo, já que o investimento no agro é muito forte atualmente. Para que você tenha ideia do crescimento, uma pesquisa feita pela Embrapa e com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, aponta que o Brasil teve um crescimento de 40% quando o assunto é surgimento de startups do ramo do agro, em comparação a 2019.

Atualmente, há mais de 1.574 startups que atuam no mercado brasileiro no segmento do agronegócio. E o estado que mais apresenta esse número de crescimento é São Paulo, a região possui 48% do total de agtechs no Brasil, já o Nordeste brasileiro é a região que mais apresenta novos empreendedores na área do agronegócio.

O estudo também demonstra que as novas possibilidades de mercado entre Brasil e China, no ramo agroalimentar, tem uma grande tendência de crescimento. Hoje, os chineses são considerados um dos maiores compradores de grãos e outros produtos agroalimentares do mundo, e um dos principais fornecedores é o Brasil.

Com base em todos os dados apresentados, consegue notar como o país é uma grande potência no mercado? E mais do que isso, além de ser um grande produtor e exportador, o Brasil é uma referência nos processos de armazenamento e conservação desses alimentos e outros produtos. Sendo assim, o segmento continua apresentando a possibilidade de crescimento na produção e exportação a curto e médio prazo.

Por isso, mesmo que você seja um pequeno produtor, investir em um espaço ou método que mais se encaixa nas necessidades dos seus produtos, vai fazer toda a diferença nas suas vendas e também na qualidades dos seus produtos e você vai entender os motivos.

Cuide da qualidade do seus espaço de armazenamento

O espaço de armazenamento talvez seja um dos investimentos mais importantes para aqueles que trabalham com produtos alimentícios e outros que necessitam de uma temperatura específica. 

Ter uma atenção na armazenagem de alimentos e outros produtos resultará em benefícios em diversos pontos, como:

  • Conservação do aroma fresco
  • Qualidade do sabor e textura 
  • Conservação de vitaminas, minerais e outros benefícios que o alimento possui
  • Maior tempo de durabilidade desse alimento ou outro componente
  • Conservação da qualidade do produto até chegar no cliente final
  • Evitar problemas na hora da fiscalização e avaliação da qualidade dos produtos na hora da exportação ou venda em território nacional.

Conheça nossa linha de equipamentos exclusivos para o armazenamento de grãos e sementes em longos períodos, com economia de energia de até 50%. Clique aqui.

E como conseguir ter a segurança de todos esses pontos?

Sempre opte por uma empresa que trabalhe de forma séria, especializada e com todas as garantias que o mercado pede. 

Com a CN Cold, sua empresa ou startup terá a segurança de que sempre que houver a necessidade de manutenção, solucionamento de dúvidas, reparo, projeto personalizado, mudanças na instalação, entre outros pontos importantes, seu negócio poderá contar com uma equipe de especialistas que ficarão à sua disposição.

Por isso, sempre busque o melhor suporte na hora de armazenar produtos que precisam de uma temperatura e embalagem específica e assim mantenha a qualidade e reconhecimento da sua marca.

Gostou do artigo de hoje? Continue acompanhando nosso blog e adquira mais conhecimentos como esse.